LACEN - PI

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte
LACEN - PI

Alteração da metodológia para exame FTA-Abs Sifílis

E-mail Imprimir PDF

O Laboratório Central de Saúde Pública “Dr. Costa Alvarenga”, através da Diretora Geral – Drª. Symonara Faustino, vem comunicar a todos os Diretores das Unidades Hospitalares da SESAPI e de Teresina,como também aos Secretários Municipais de Saúde dos 224 municípios do Estado do Piauí , que a partir do dia 15.09.2012,   o exame o FTA-Abs Sífilis, será substituído por outro teste treponêmico TR DPP Sífilis - Biomanguinhos, conforme contempla   a Portaria Ministerial  Nº3.242 de 30 de dezembro de 2011.

OFÍCIO CIRCULAR Nº14/12- LACEN - para maiores esclarecimentos.

 

Portaria N° 151(14.10.2009)

E-mail Imprimir PDF

Informamos aos responsáveis pelo envio das amostras para realização de testes de HIV, Teste Sorológico, que  observem o  cumprimento da Portaria N° 151(14.10.2009) do  Ministério da Saúde, no seu artigo  Art. 1º “Aprovar, na forma dos Anexos a esta Portaria, etapas sequenciadas e o Fluxograma Mínimo para o Diagnóstico Laboratorial da Infecção pelo HIV em indivíduos com idade acima de 18 (dezoito) meses, de uso obrigatório pelas instituições de saúde públicas e privadas.

Poderão ocorrer resultados não detectáveis por conta do  limite abaixo de detecção sendo utilizado outra metodologias.

Segundo o MS: “A detecção de anticorpos anti-HIV, em crianças com idade inferior a 18 meses de vida, não caracteriza infecção, devido à transferência dos anticorpos maternos anti-HIV pela placenta, sendo necessária a realização de outros testes complementares para a confirmação do diagnóstico”(MS. Port. 151)

Pedimos que sejam enviadas somente amostras dos pacientes maiores de 18 meses.

 

Amostras ambientais também serão cadastradas no GAL

E-mail Imprimir PDF

A partir da versão 2.4.0, os usuários do Gerenciador do Ambiente Laboratorial (GAL) – sistema utilizado por profissionais do Lacen-PI e demais Unidades de todo o Estado – contarão com mais uma ferramenta: a de cadastro de amostras ambientais, ou seja, de amostras de água, ar e solo, ligadas ao monitoramento da rede abastecimento público de água, à melhoria da qualidade do ar e o controle de utilização do solo.
Atualmente, o sistema permite gerenciar a rede de laboratórios de saúde pública desde a solicitação até a emissão de laudos somente para amostras de biologia médica humana como sangue, liquor, dentre outras.
Com a mudança, além de atender aos requisitos próprios para cadastro de amostras, o Lacen-PI espera otimizar os procedimentos de recepção, análise, emissão e encaminhamento de laudos também para amostras ambientais. “O Sistema funciona em ambiente Web, permitindo o cadastro prévio da amostra pela Vigilância Ambiental e liberação de laudos diretamente via internet para o solicitante, agilizando a resposta laboratorial e, consequemente, a ação de vigilância à saúde”.
Atenção usuário
A partir da versão 2.4.0, ao acessar a tela de login do GAL, o usuário encontrará abaixo dos já conhecidos campos “Usuário” e “Senha”, o novo campo “Módulo”, no qual terá que selecionar uma das opções: “Ambiental” ou “Biologia Médica Humana”, conforme o que lhe foi liberado no ato de sua capacitação, conforme figura abaixo:

Leia mais...
 

COMUNICADO

E-mail Imprimir PDF

COMUNICAMOS QUE A COLETA DE SANGUE E SECREÇÕES DOS PACIENTES DO LACEN DE TERESINA ESTÁ COM NOVO ENDEREÇO:

RUA COELHO RODRIGUES, 1535 - CENTRO

FONE: 3221-1703 - EM FRENTE À FUNDAÇÃO WALTER ALENCAR

AGREDECEMOS A COMPREENSÃO
DIRETORIA GERAL

 

Exames de Colinesterase em Agente de Controle de Endemias

E-mail Imprimir PDF

A SESAPI, através da Coordenação de vigilância em saúde ambiental e LACEN darão inicio a partir de Janeiro de 2012, da retomada e de forma REGULAR (quatrimestral) para a realização de EXAME DE COLINESTERASE nos agentes de controle de endemias que manuseiam produtos com organofosforado, tanto do quadro do Ministério, como do quadro do município, nos termos da Nota Técnica nº 165/2008.

Oficio Circular 32/2011 para maiores esclarecimentos.

 


Página 2 de 3